Como eu fiz um fotolivro

Como eu fiz um fotolivro

Olá pessoal, neste blogpost vou compartilhar com vocês, fotógrafos, minha experiência com fotolivros. Como não sou fotógrafo social (casamentos, festas, eventos corporativos, etc) acabo não me envolvendo tanto com este universo dos fotolivros, mas sempre tive vontade de ter livros em casa, das viagens fotográficas que faço, para poder mostrar aos amigos etc, senão as fotos ficam sempre “presas” no HD do computador e quase não as vemos mais; qual o objetivo então de rodar o mundo e não poder compartilhar ( de forma impressa , muito melhor!!) os cliques da aventura? Segue meu relato abaixo, e para você que é inscrito no meu canal no Youtube, leia até o final para aproveitar um descontasso no seu próximo fotolivro! 

1. O que é um fotolivro?

“Fotolivro” é o termo popular usado para estes livros impressos em gráfica, sem tiragem (pode fazer 1 cópia apenas se quiser) no processo conhecido como “Fotolito Digital”, que é diferente do famoso “offset” quando você roda as máquinas para impressões em grandes tiragens.
No “fotolito digital” a máquina (que é enorme também) consegue imprimir poucas tiragens daquele livro a um custo mais acessível. Os fotolivros acabaram ficando muito famosos entre os fotógrafos que entregam o resultado do seu trabalho em álbuns, como os fotógrafos de casamento, newborn, festas infantis, 15 anos, bodas, eventos corporativos, etc. Porém todos os fotógrafos de viagem, vida selvagem, natureza, paisagem que eu conheço também querem eternizar seus cliques em um livro, por isso esse post também é para vocês!

2. Como se faz um fotolivro?

Normalmente todas as empresas que fazem fotolivros (as grandes pelo menos) trabalham da mesma forma: Você baixa o programa deles, um editor de livros, bem fácil de usar; instala no seu computador, e executa todo seu projeto ali; no final, pelo próprio programa, você finaliza a compra, inserindo seus dados, endereço de entrega, forma de pagamento, cupons de desconto (leia até o final!! 😉 etc. e eles mandam pra você, pelos correios, o(s) fotolivro(s) pronto(s).

Num primeiro contato com o programa, pode “parecer” complicada a execução do fotolivro, mas rapidamente você percebe que é tudo muito fácil e intuitivo. Veja na imagem abaixo a tela do programa da IPSIS PRO, que eu usei para fazer o meu fotolivro.

3.Quanto custa um fotolivro?

O valor final de custo varia de empresa pra empresa, mas o que realmente afeta é a quantidade de páginas, formato do fotolivro (quadrado, retangular, maior, menor etc) e acabamentos como tipo de capa (dura, mole etc) e tipo de papel a ser usado no fotolivro (com brilho, sem brilho etc). Resumindo: Quanto mais emperequetado o livro, mais caro ficará.

Porém, para se ter uma cópia de um livro sobre uma viagem incrível que você fez, ou um portfólio do seu trabalho, para apresentar a clientes, ou mesmo uma versão quase final de um livro que você queira editar e apresentar a patrocinadores,  mesmo que fique um pouco salgado o valor, vale a pena!

4.Minha experiência com fotolivros

1.BLURB

Em 2011, no auge da venda do meu projeto fotográfico “Fotofragmentos”, resolvi utilizar uma plataforma dessas para criar um catálogo das minhas fotos para colocar nas lojas que me vendiam. Optei por uma empresa americana chamada Blurb. Baixei o programa deles e fiz o livro. O problema era que o custo para enviar ao Brasil era alto e demoraria muito a chegar. Como eu tinha um parente viajando para os EUA naquela época, mandei para o hotel dele, 5 cópias do meu catálogo.

Custou, na época, uns 30 dolares cada cópia ( o dolar estava mais barato que agora em 2018/19 então, valia beem a pena) mas eu não gostei das cores, ficou tudo meio opaco, bem diferente do que eu estava vendo na tela do computador. Acabei usando os catálogos mesmo assim porque demoraria séculos para fazer de novo, corrigir as cores, mandar pro Brasil, etc. Mas não curti o resultado final. (Infelizmente não tenho mais nenhuma cópia desses catálogos para mostrar aqui, todos se perderam ao longo dos anos nas lojas e galerias.. normal)

2.IPSIS PRO

Recentemente precisei gerar outro catálogo de fotos para uma loja. Como não sou fotógrafo social, não faço casamentos, nada disso, não tenho conhecimento de empresas de fotolivros no Brasil, sei de algumas mas já ouvi muitas críticas por parte de colegas fotógrafos que atuam neste ramo, principalmente no quesito qualidade final e preço alto. Então eu não queria usar essas empresas, preferia tentar algo novo. Foi aí que eu descobri a IPSIS PRO.

Pra quem não conhece, a IPSIS é uma gráfica em SP que imprime todos os grandes livros de fotografia e arte que são comercializados no país. Catálogos de exposições, livros com reproduções históricas, tudo passa por eles. Eles importam o próprio papel e tem opções exclusivas para quem está fazendo um livro. A IPSIS também edita a Revista Nacional, uma publicação bimestral que tem como editor ninguém menos que JR Duran.

Enfim, nessa busca por fotolivros lembrei deles e entrei no site para ver se eles tinham alguma solução para fazer um catálogo com pequena tiragem. E eles tem! o sistema de fotolivros deles se chama IPSIS PRO, é a mesma proposta, você baixa o programa, instala e faz seu fotolivro lá; uma vez pronto, o próprio programa “transmite” o arquivo final pra o servidor deles, e voilá! Em 1o dias você está com o fotolivro em casa.

Veja abaixo o resultado desse meu primeiro fotolivro com a IPSIS PRO, fiz o modelo “Revista Brochura” (capa mole, mais barato que o capa dura), medida 28 x 21cm, com 48 páginas, + verniz brilho na capa. As páginas sempre tem q ser de 4 em 4, para a encadernação do livro ficar certinha (qualquer fotolivro ou livro normal é assim).

*Atualização

Depois de fazer esse catálogo do Rio, decidi testar de verdade a ferramenta e parti pro próximo livro; Esse com 28x36cm, formato “fotolivro clássico”, capa dura, 52 páginas. Como tema, a minha viagem para Tanzânia, na África, em 2015. Selecionei + – 60 das minhas melhores fotos da viagem para montar o fotolivro. (Aliás essa viagem foi animal, vc pode ver mais sobre ela nesse post aqui: Jornada Fotográfica: Serengeti)

Passaram uns 10 dias e eu recebi o livro e, o resultado é simplesmente de cair o queixo. O livro é enorme, as fotos ficaram mega, e a qualidade, dado o custo desse produto, impressiona! Pretos bem profundos, texturas super preservadas, nitidez que salta aos olhos! Esse é o formato que eu recomendo para um fotolivro de viagem, com certeza! Confira abaixo as fotos dessa maravilha!

5.Mais quais são os diferenciais? Porque fazer na IPSIS PRO e não em outra empresa de fotolivros?

  • Qualidade e acabamento: Como eles são os maiores na produção de livros de arte e fotografia, transferiram esse know-how também para a produção de fotolivros, ou seja é garantida a qualidade de impressão como se fosse um livro de arte!
  • Preço: Dei uma boa pesquisada em preço antes de fazer com eles, pois eu precisava de algo BBB (Bom, Bonito e Barato) pois como era um catálogo de fotos, ia ficar na loja, sendo manipulado por centenas de pessoas, não poderia custar muito; Pois os fotolivros da IPSIS PRO tem um preço pelo menos 20% menores do que outras empresas (os caras estão entrando agressivos no mercado! )
  • Atendimento: Tive certa dificuldade em instalar o programa (meu mac deu uma bloqueada) mas eles me ajudaram por whatsapp e telefone, passo a passo, até ficar tudo nos trinks. Tipo paciência total comigo.

Resultado: Fiz meu fotolivro (Eu ia fazer 1 cópia só mas aproveitei o frete e fiz logo 2, pra ter um de reserva)  e eles lá na Ipsis também ficaram impressionados com o meu trabalho, que era diferente (pois o que eles mais vêem lá são fotolivros de casamento).

Me telefonaram para agradecer pelo uso da ferramenta, perguntaram se eu tinha alguma sugestão para melhoria da mesma, questionaram um pouco o meu trabalho por aqui no Rio e, conversando, eu disse que tinha um canal no Youtube, que era prof. de fotografia, que trabalhava com fineart etc..

Então eles resolveram me presentear com um desconto de 10% para todos os meus inscritos no canal! Olha que demais! Ou seja, você que é inscrito já pode pensar no seu fotolivro, de viagem, de fotos da sua cidade, portfólio pessoal, catálogo, festa, etc, na empresa mais barata e excelente do mercado e ainda por cima aplicando um desconto de 10% no valor final!

Garanta agora 10% off no custo do seu próximo fotolivro da IPSIS PRO com este voucher abaixo!

MCAVALCANTIPSISPRO10

Como funciona o desconto na IPSIS PRO

  1. Você baixa o programa deles e executa seu fotolivro.
  2. Na hora de fechar a compra do fotolivro, você clica no ícone do carrinho e segue as etapas normalmente, fazendo seu cadastro, endereço de entrega, quantidade de fotolivros que você quer, etc.
  3. Na aba “Payment” (a terceira etapa) você verá, rolando a página para baixo, um campo “VOUCHER CODE”. Neste campo você coloca o desconto de 10% e atualiza o carrinho usando o botão “REDEEM”. Automaticamente o valor final da sua compra será atualizado com 10%, veja na imagem abaixo se tiver alguma dúvida!

Essa foi a minha experiência com os fotolivros da IPSIS PRO. Fazendo mais fotolivros, prometo mostrar por aqui ou pelo canal no Youtube! E você, inscrito no canal, aproveite esse código porque não deve durar pra sempre!! 😉

Abraços!

PS: DICAS FINAIS

1- O primeiro passo é dar uma selecionada geral nas fotos que você quer colocar no fotolivro. Pelo Lightroom, uma boa ideia é criar uma palavra chave (Ex: “fotolivro”) e ir tagueando as imagens.

2 – Só depois de definir qual a medida do seu fotolivro (tem várias: 20×20, 28×21, 19×15, 30×30, etc) é que você deverá exportar as fotos em algum formato nessas dimensões, para não ter que usar fotos pequenas e acabar pixelando elas na hora de imprimir. Salve sempre em RGB, 300dpi (a impressora faz em CMYK mas ela converte automaticamente os arquivos portanto não se preocupe com isso)

3- Caso você tenha dúvidas de como instalar o programa da IPSIS PRO, dá uma olhada nesse video abaixo!

By |2019-04-02T20:11:44+00:00February 25th, 2019|Fine Art Prints, Fotolivros|

Leave A Comment

error: ©Marcello Cavalcanti