Project Description

Desde que vi, em meados de 2011,  a imagem da Lua cheia por trás do Cristo Redentor, em um livro do mestre da fotografia carioca Custódio Coimbra (Rio Cantos 1000, Réptil Editora) fiquei deslumbrado e maravilhado só com a possibilidade de tentar executá-la. Como unir estes dois elementos em uma só imagem? Como prever este acontecimento? De onde fazer a foto? Qual a configuração ideal de fotometria? Lentes? Começava ai a busca pela equação perfeita.

Após um ano estudando o que eu podia sobre o assunto – fases da lua, estações do ano, condições meteorológicas, pontos cardeais e azimute, astronomia, efemérides, e um sem fim de tentativas frustradas – sejam por cálculos errados, condições do tempo desfavoráveis ou simplesmente, por receio de sair de casa de madrugada, sozinho, com todo o equipamento necessário – consegui, em 2012, cravar a lua, cheíssima, atrás do Cristo Redentor, em um evento que ocorre pouquíssimas vezes ao ano, dura cerca de 1 minuto e meio, e mantém o fotógrafo sempre em movimento para compensar o próprio movimento da lua e da Terra.

Ao contrário do que eu pensava, o sucesso desta foto apenas me deixou mais inquieto para tentar de novo, e de novo e de novo. As ideias sobre composições com a Lua começaram a fervilhar, e então eu criei um desafio para mim mesmo, o “The Moon Challege”, onde o objetivo é fotografar nosso satélite nas mais variadas formas e em diferentes enquadramentos.