Project Description

11 dias na Tanzânia mudam o olhar de qualquer um.

A exuberância natural impôe sua força desde antes do amanhecer, e se apresenta em camadas de fauna, flora, cores, luzes, contrastes, mudanças climáticas, com uma velocidade impressionante, onde tudo que você consegue fazer é clicar, incrédulo.

25% do país é protegido em parques e reservas. Nestas áreas, leões, leopardos, elefantes, girafas, bufalos, hipopótamos, guepardos, chacais, hienas, antílopes, gazelas, equinos, aves de rapina, répteis e insetos coexistem em equilíbrio. É também a área dos Maasai, povo nômade que circula entre a Tanzania e o Quênia sem passar por fronteiras controladas e apresentação de passaportes. Os Maasai são pastores, poligâmicos e defendem suas tribos matando com as próprias mãos leões que por ventura ameaçem a paz da comunidade.

Em 2015 tive a incrível oportunidade de atravessar parte deste país acompanhado por um grupo de fotógrafos liderados pelos experientes Cristiano Xavier (OneLapse Expedições fotográficas) e Luciano Candisani (National Geographic, International League of Conservation Photographers ). Visitamos as áreas de preservação do Tarangire, Ndutu, Lake Manyara, Cratera Ngorongoro e o mais importante deles, o lendário Serengeti.

Deixo aqui as minhas impressões visuais sobre esta experiência.